Ajude as pessoas a encontrar seu site no Google (usando o Google Search Console)

Ajude as pessoas a encontrar seu site no Google (usando o Google Search Console)

Com tantos sites com assuntos semelhantes, ter um site destacado e bom posicionamento no resultado de busca do Google é um fator decisivo para conseguir mais conversões. Mas o seu site está bem posicionado quando seus potenciais clientes buscam por seus produtos e serviços?
  1. O que os usuários estão pesquisando quando encontram seu site? Abra o relatório de Desempenho do seu site para ver uma lista de consultas de pesquisa na parte inferior.
  2. Você aparece nas consultas esperadas? Classifique a tabela por contagem de impressões e veja se você aparece na pesquisa pelas consultas certas. Se não, será necessário reestruturar seu site para que ele apareça nessas consultas.  Algumas dicas:
    1. Use texto: não coloque títulos nem conteúdo de páginas importantes em imagens, vídeos, animações ou outros formatos que não sejam de texto e que o Google não consiga processar com facilidade. Se você usar uma imagem para o site ou nome da empresa, inclua também o nome no texto da página.
    2. Inclua informações completas: mencione tudo o que você tem para oferecer. O Google é inteligente, mas não podemos adivinhar o que você não nos diz.
    3. Seja atual: por exemplo, caso você administre uma sorveteria que também vende chocolate quente, destaque o sorvete no verão e o chocolate quente (ou café ou sanduíches) no inverno, quando as pessoas não estão à procura de sorvete. Se o sorvete de kiwi estiver na moda e você tiver o sabor na sua loja, coloque-o em destaque.
  3. Você recebe visitantes dessas consultas? Selecione e classifique por “CTR média”.
  4. Para aumentar a taxa de cliques, faça com que seu site seja o melhor da categoria. Algumas dicas:
    1. Seja notado por outros sites: seu site precisa ser mencionado em locais adequados on-line. Veja se você consegue aparecer nos sites locais de notícias on-line ou outros recursos apropriados.
    2. Seja descritivo: use títulos descritivos e precisos para suas páginas. É recomendável focar em um tópico por página.
    3. Mantenha seu site atualizado: se o site do seu restaurante não tiver atualizado o menu desde 1925, atualize-o. Não há muitos clientes procurando por guaraná com rolha nos dias de hoje.
Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site marketing digital em Vinhedo e Valinhos e São José Rio Preto.

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site:

Primeiros passos para otimizar um site

Como o Google funciona?

O primeiro passo para otimizar um site para o Google é entender melhor como a ferramenta funciona e de que forma ela apresenta sua página nos resultados de pesquisas quando o usuário efetuar uma busca pela palavra-chave. Entendendo o básico: As buscas são divididas entre resultados “Pagos e Orgânicos”.

Anúncio Pago: (PPC – Pay per Click).

Os resultados que aparecem inseridos no quadro vermelho são aqueles em que os anunciantes pagam pelo clique (PPC Pay per Click) denominado SEM através de campanhas publicitárias no Google Adwords.

Anúncio Gratuito: (SEO – Search Engine Optimization).

Requer estratégias de aprimoramento técnico denominado SEO no seu site para alcançar posicionamento na primeira página de resultados e busca nos Google. A propósito: Em qual página do Google sua empresa está posicionada e quais as vantagens de aparecer logo na primeira página?

Necessidade de um site bem arquitetado:

 Primeiros passos para otimizar um site

Primeiro, o Google usa seu robô para rastrear todas as páginas que encontra. Esse robô vai, basicamente, entrando de link em link e lendo tudo o que a página tem e gravando tudo em um grande arquivo – os servidores no Google. A partir no momento em que um usuário faz uma busca, o Google vai procurar dentro desse arquivo a página que ele acredita que responda melhor aos anseios desse usuário. E faz isso utilizando um algoritmo.

Para explicar esse algoritmo costumamos utilizar uma comparação que torna o entendimento um pouco mais claro: imagine que você está entrando em uma livraria e queira comprar um bom livro sobre marketing. Não importa se alguém escreve sobre outros assuntos, a primeira coisa a se fazer é limitar pelo tema. Para isso, precisamos encontrar “pistas” em cada livro que mostrem se eles possuem relação com o assunto ou não. Encontramos essas pistas olhando o título, o subtítulo, a capa, o índice, o sumário e talvez alguma folheada no meio no conteúdo.

Depois é preciso classificar os melhores, colocando em ordem de acordo com a relevância. Nesse ponto, devemos tentar identificar as melhores obras e autores mais reconhecidos. Formas de fazer isso são tentarmos nos lembrar das indicações que já recebemos, de palestras feitas, no currículo de cada um e assim por diante. No caso Google, a intenção é mesma: escolher algo que represente bem o tema e classificar de acordo com a relevância. O que muda é a forma de se chegar lá, uma vez que não há memória ou julgamento humano para escolher os resultados. Para identificar se a página fala sobre o assunto são analisadas as partes importantes da sua estrutura, como o título, os subtítulos, os textos, as legendas das imagens e outros elementos que vamos apresentar mais adiante.

Tudo isso é comparado com as palavras buscadas, procurando assim reconhecer alguma relação. Já a classificação leva em conta o quanto a página é relevante. O principal parâmetro é o número de vezes que ela é indicada por terceiros. Na Internet, isso toma a forma de links recebidos, que funcionam quase que como votos. Quanto mais links e de sites com maior autoridade uma página tiver, maior a probabilidade de ela alcançar as primeiras posições no Google.

Há também outros itens que denotam que o usuário teve uma boa experiência: velocidade de carregamento da página, o fato de o visitante voltar ou não ao Google após entrar na página (se voltar é porque não encontrou o que procurava – experiência ruim). Resumindo muito, essa é a base de um bom trabalho de SEO: páginas de qualidade em um site bem arquitetado, orientadas para as palavras-chave que são importantes para o seu negócio e buscadas pelo seu público e diversos links recebidos gerando autoridade. Nos próximos capítulos vamos entrar mais a fundo em cada um desses itens.

 

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site

Primeiros passos para otimizar um site

O que é link building e como fazer?

O que é link building e como fazer?

O que é link building e como fazer?

O que é ou como fazer link building? Marketing Digital Vinhedo e Valinhos e São José Rio Preto.

O que é ou como fazer link building?

O que é ou como fazer link building?

O que é ou como fazer link building?

Construção de autoridade (ou novo Link Building):

Como indicamos anteriormente, para ter sua página exibida nos primeiros resultados, é preciso não só demonstrar que elas falam de assunto buscado pelo usuário, como também que o conteúdo é confiável e é melhor no que as outras opções disponíveis. É preciso se provar como uma autoridade, e isso é medido principalmente pela quantidade e qualidade de pessoas que indicam seu site. Foi aí que surgiu a prática de Link Building.

Mas afinal, O que é ou como fazer link building?

Link Building é o conjunto de técnicas de SEO responsável pela aquisição de links de outros sites ou de páginas no mesmo domínio que você trabalha. Esta técnica explora o principal conceito responsável pela concepção no Google: o PageRank.

O que é PageRank?

PageRank (PR) é uma métrica criada por Larry Page e utilizada pelo Google dentro de seu algoritmo para entender a importância que um site, ou página, tem para ele (Google) frente à Internet. Ele foi desenvolvido em 1995 na Universidade de Stanford por Larry Page, daí vem o nome “Page” Rank.

Entendendo o Conceito:

Basicamente, o PageRank é uma avaliação da relevância de uma de terminada página. Essa relevância é divulgada ao público em uma escala de 0 a 10, através da Toolbar no Google. Apesar disto, sabemos através de patentes divulgadas que internamente o Google considera este número com várias casas decimais para facilitar o cálculo, além de este valor ser baseado em uma escala logarítmica, ou seja, a diferença entre 1 e 2 é muito menor no que 3 para 4.

Para calcular o valor no PageRank, o Google, nos dias de hoje, considera basicamente a quantidade, qualidade e contexto de links que a página recebe. Sem qualidade ou contexto, não adianta receber muitos links, que você nunca será popular no seu segmento. Sem contexto e quantidade, você nunca terá a amplificação necessária. Sem quantidade e qualidade, você nunca terá a força suficiente para competir com outros concorrentes.

Como utilizar o Google para atração de clientes?

O poderoso Google para atração de clientes e a importância de estar nas primeiras posições Suponha que você esteja viajando e queira comer alguma coisa. Onde encontrar o telefone de uma pizzaria? Ou suponha que as vendas da sua empresa caíram e você precisa encontrar dicas para tornar seus vendedores mais produtivos.

Onde encontrar informações que podem ajudar?

Se o Google esteve entre seus pensamentos, esses são só alguns exemplos de como a ferramenta é presente em nossas vidas e é praticamente a primeira coisa a que recorremos quando precisamos de alguma solução. Essa mudança de hábitos também traz para as empresas uma grande oportunidade: as pessoas estão ativamente buscando por informações sobre o seu mercado.

O que fazer para aproveitar essa chance de ganhar tráfego muito qualificado e de forma gratuita?

A distribuição de cliques em uma página de resultados no Google é extremamente desigual. Mais de 80% das pessoas não chegam a visitar a segunda página da busca. Pior ainda, quase 60% nos cliques acontecem apenas nos três primeiros resultados.

Link Building era uma tática muito utilizada.

O que é ou como fazer link building?

Antigamente, nos primórdios do SEO, o Link Building era uma tática muito utilizada e que gerava muitos resultados positivos para quem o fazia, mas negativos na maioria das vezes para a experiência de usuários.

Neste cenário, muitos donos de websites e empresas entendem que ter o seu site bem posicionado nas ferramentas de busca é a garantia de atrair mais clientes. Para conseguir isto, uma área do marketing digital é encarregada de criar estratégias e implementar técnicas, o popular SEO (Search Engine Optimization). Chegar ao topo é uma guerra e esperamos que esse eBook consiga dar o conhecimento necessário para que sua empresa dê os primeiros passos da melhor maneira possível.

O que é ou como fazer link building?

 

O que é ou como fazer link building?

O que é ou como fazer link building?

O que é ou como fazer link building?

MARKETING DIGITAL EM VINHEDO E VALINHOS

MARKETING DIGITAL EM VINHEDO E VALINHOS

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos e São José Rio Preto.

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

MARKETING DIGITAL EM VINHEDO E VALINHOS

Onde investir: SEO ou SEM?

Essa é uma excelente pergunta. Se fossemos tentados a responder de improviso eu diria: invista nas duas coisas, mas com uma consciência clara do propósito e alcance de cada uma dessas estratégias. Mas, antes de mergulharmos em conceitos de comunicação digital e nas várias alternativas para melhorar a atração de público em páginas web, gostaria de compartilhar com vocês os resultados da publicidade digital no Brasil em 2015.

O mercado de publicidade digital é um dos que mais cresce no setor. Segundo o IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), principal entidade representativa do mercado de publicidade digital no país, o segmento movimentou em 2015 cerca de R$ 9,3 bilhões, com um crescimento de 12%, num ano de crise econômica. O segmento de search e classificados, por exemplo, foi o responsável pelo maior
volume de verbas publicitárias, movimentando R$ 5,169 bilhões, seguido por display e redes sociais (R$ 3,148 bilhões) e vídeo (R$ 1,038 bilhão). Estes números não respondem à questão do título, mas criam um pano de fundo para discutirmos as duas alternativas. O objetivo deste material, além de conceituar o universo do marketing de busca, é pontuar fatos e explicar melhor alguns termos
que muitos usam e poucos realmente entendem.

Search Engine marketing (SEM), ou Marketing de Busca não deve ser confundido com SEO (Search Engine Optimization). Na verdade, o SEO e os links patrocinados viabilizam o SEM. O SEM é em sua essência o marketing na internet, que envolve a promoção nos websites, pelo aumento de sua visibilidade nas “search engine results pages (SERP’s)”. Consiste num conjunto de estratégias para alcançar o cliente potencial, e estimula-lo, no momento em que ele busca um produto, serviço ou qualquer informação na internet.

Essas estratégias, como dissemos, englobam os links patrocinados e o SEO. O SEM permite criar um canal direto com o consumidor, onde as ações de marketing são totalmente mensuráveis , sendo possível saber com precisão o retorno sobre o investimento feito (ROI).

MARKETING DIGITAL EM VINHEDO E VALINHOS

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

Marketing digital em Vinhedo e Valinhos

Conheça 15 recursos do Instagram

Conheça 15 recursos do Instagram

O Instagram tem se tornado rapidamente a rede social de todo mundo, e não apenas para estudantes adolescentes. Em meados de 2016, um site de notícias informou que essa rede social possui mais de 500 milhões de usuários. Diariamente, os usuários dão 4,2 bilhões de “curtidas”.

Por isso, confira os 10 recursos e dicas para melhorar o desempenho no aplicativo:

  1. Ativar notificações de publicação

Você pode receber uma notificação sempre que um usuário específico postar uma foto ou vídeo novo. Para isso, é só ativar as notificações para cada usuário.

Acesse o perfil desse usuário e abra um dos posts dele. Clique nos três pontos do canto superior direito do post e selecione “Ativar notificações de publicação”.

Para desativar as notificações, siga os mesmos passos.

Observação: Se você seguir essas instruções e mesmo assim não receber notificações, confira se autorizou notificações do Instagram no seu telefone. Veja como:

Permitir notificações no iPhone/iPad: Vá até “Ajustes” e “Notificações”. Selecione “Instagram” e ative a configuração em “Permitir Notificações”.
Permitir notificações no Android: Vá até “Configurações”, role a tela para baixo e selecione “Apps”, depois “Instagram”. Selecione a opção para mostrar notificações.

2. Veja todos os posts que você curtiu

Basta ir para o seu perfil e clicar no botão “Opções” (um ícone de engrenagem no iPhone/iPad e três pontos no Android). Depois, clique em “Publicações que você curtiu”.

3. Descurtir post

Curtiu aquela foto ou vídeo sem querer? Não se preocupe! Para descurtir, vá até o post e desmarque o ícone de coração abaixo dele. O usuário não será notificado de que você descurtiu o post.

4. Limpe o histórico de pesquisa

Vá ao seu perfil e clique no botão “Opções” (um ícone de engrenagem no iPhone/iPad e três pontos no Android). Role a tela para baixo e clique em “Limpar histórico da busca”. Quando solicitado, clique em “Sim, tenho certeza”.

5. Reordene os filtros das fotos e oculte os que não utiliza

Para reordenar ou ocultar filtros, faça o upload de uma foto e comece a editá-la normalmente. Ao chegar na página de filtros, role para a extrema direita das opções de filtros e clique em “Gerenciar”.

Para reordenar os filtros: Mantenha o dedo pressionado sobre as três linhas cinza à direita do filtro que você quer mover e arraste-o para reorganizar.

Para ocultar os filtros: Desmarque todos os filtros que você gostaria de ocultar tocando na marca de verificação branca à direita do filtro.

Quando terminar, saia do gerenciador de filtros tocando no “X”, no canto superior direito.

6. Insira quebras de linha na sua biografia e nas legendas

Baste pressionar a tecla “123”, no canto inferior esquerdo do teclado, para exibir a tecla “Return” como ela apareceria normalmente no teclado do telefone.

Observação: lembre-se de que, recentemente, o Instagram começou a exibir as legendas em três linhas, sem que os usuários precisem clicar em “Mais” para ver todo o texto.

7. Oculte as fotos em que você foi marcado

Quando você é marcado em uma foto ou vídeo no Instagram, ele é adicionado automaticamente ao seu perfil, em “Fotos com você”.

Para ocultar do perfil os posts em que você foi marcado: Quando estiver nos posts em que foi marcado, clique nos três pontos do canto inferior direito da tela e selecione “Ocultar fotos”. Depois, selecione os posts que você quer remover do seu perfil. Ao terminar a seleção, clique em “Ocultar fotos do perfil”, na parte inferior da tela. Quando solicitado, clique em “Ocultar do perfil” novamente.

Para ver os posts em que você foi marcado: Acesse o seu perfil e clique no “ícone de pessoa”, no canto inferior direito.

Os posts não serão removidos do Instagram, mas sim do “Fotos com você”.

8. Aprovar fotos marcadas antes de elas aparecerem no seu perfil

Para adicionar tags manualmente: Vá até o seu perfil e clique no botão “Opções” (um ícone de engrenagem no iPhone/iPad e três pontos no Android). Selecione “Adicionar manualmente”. Com isso, você será notificado quando uma pessoa o marca em uma foto.

Para adicionar manualmente uma foto marcada ao seu perfil: Toque na foto em que você foi marcado, depois toque no seu nome de usuário e selecione “Mostrar no meu perfil” (se não quiser, selecione “Ocultar do meu perfil”).

9. Oculte anúncios que você não acha relevante

Você vê anúncios com base nas pessoas que segue e no que curte no aplicativo. Caso não sejam relevantes, pode informar ao Instagram e lentamente ensinar o que você gosta e o que não gosta de ver.

Para ocultar os anúncios no Instagram: Toque no rótulo “Patrocinados”, no canto superior direito de qualquer anúncio, e selecione “Ocultar”. Depois disso, aparecerá uma janela perguntando por que você não quer mais ver o anúncio.

Você também pode optar por não ver anúncios baseados em sites e aplicativos fora do Instagram e do Facebook nas configurações do seu dispositivo. Observe que, mesmo se você optar por não ver esses tipos de anúncio, ainda assim verá anúncios com base na sua atividade nas duas redes sociais.

Para limitar o rastreamento de anúncio em um iPhone/iPad: Vá para “Ajustes” e escolha “Privacidade” e “Publicidade”. Escolha a opção “Limitar Publicidade Rastreada”.

Para desativar anúncios baseados em interesses no Android: Vá para “Configurações do Google” e “Anúncios”. Escolha a opção “Desativar a personalização de anúncios”.

10. Direcione o tráfego para um site externo

Se colocar uma URL em uma legenda, ela aparece como texto simples. Isso quer dizer que os usuários terão o trabalho de copiar a URL, abrir um navegador da Web e colar ou digitar ali.

Uma maneira sorrateira de levar as pessoas a visitar o seu perfil do Instagram, onde fica essa URL clicável, é usar legendas atraentes nas suas fotos. Mantenha essa URL frequentemente atualizada para apontar para seu conteúdo mais recente no blog, um vídeo no YouTube, produto novo ou oferta.